quinta-feira, 13 de março de 2014

já faz tempo que eu tenho sentido vontade de escrever, falar das coisas das quais meu coração está cheio. tudo tem sido tão inédito, tão diferente, que para mim é difícil racionalizar, mesmo que minimamente, para escrever. o que sinto já nem cabe em mim, que transbordo.
me lembro de vez ou outra, num passado remoto, de pensar, ou até sentir, a felicidade. talvez até tenha mesmo sentido, mas não como agora, em sua plenitude. eu jamais, em tempo algum, imaginei que era possível amar tanto, sorrir tanto...
ao seu lado tenho aprendido, a cada dia, ser uma pessoa melhor, para mim e para você. és tão bom comigo, que tudo o que eu posso fazer é retribuir te dando o meu melhor: todo o amor que alguém já pode sentir.

obrigada por ser meu companheiro.

eu amo você com o melhor de mim.

um beijo e dois abraços.
sua,
Ana Braun.